Febre maculosa: o que é e como prevenir

Febre maculosa: o que é e como prevenir
2/jun/2016
0 comentários

O controle de ectoparasitas é de extrema importância no manejo de animais domésticos, e preocupação para saúde pública. Integrantes do ciclo biológico de diversas doenças, parasitas como pulgas, ácaros e carrapatos afetam não apenas animais, como também os seres humanos.

A febre maculosa é uma das doenças transmitidas ao homem através de carrapatos, principalmente os da espécie Amblyoma cajenense (carrapato estrela, carrapato de cavalo), sendo o agente causador a bactéria Rickettsia rickettsii que se encontra alojada no vetor infectado.

Ciclo da doença

As fêmeas de carrapato são fecundadas, saem do hospedeiro (animais de produção, domésticos ou silvestres) e caem no solo, onde irão realizar a postura dos ovos. Após a eclosão e nascimento, as ninfas (larvas) sobem nas gramíneas e arbustos aguardando o hospedeiro.

Após subirem no hospedeiro, ocorre a fixação através das peças bucais, e então se alimentam por cerca de seis dias. Caem novamente no solo, onde sofrem a muda, repetindo o processo mais uma vez, até se tornarem adultos.

A transmissão da doença ocorre nesse processo de fixação e alimentação do carrapato no hospedeiro, e o mesmo é visto em humanos (hospedeiros acidentais).

Sinais clínicos e tratamento

É comum o início repentino dos sintomas, apresentando febre elevada, dores de cabeça e dores musculares, erupções ou manchas avermelhadas nos pés e nas mãos.

O indivíduo que estiver com suspeita de febre maculosa deve procurar um médico imediatamente, para iniciar o protocolo de tratamento, mesmo antes da confirmação através de exames laboratoriais.

Todo caso de febre maculosa é de notificação obrigatória às autoridades locais de saúde.

Controle

Em áreas rurais onde há presença de carrapatos recomenda-se o uso de mangas longas, botas e calça comprida, devendo ferver todas as peças após sua utilização para retirada dos parasitas.

Em áreas urbanas, é preciso controlar a infestação em cães e no ambiente. No mercado veterinário existem diversos produtos que podem ser aplicados diretamente no animal, ou remédios via oral com efeito residual. No ambiente podem ser utilizados inseticidas a base de cipermetrina ou deltametrina, por exemplo, encontrados em lojas agropecuárias ou mercados pet.

Manter seu pet saudável muitas vezes contribui também com a saúde da sua família.

 

Fonte: Universidade de Blumenau